Hub de economia verde e bioeconomia da Amazônia : FAS Amazônia

 

Todo cidadão do mundo depende da Amazônia. Armazenando 0,65 bilhão de toneladas de carbono a cada ano, a floresta Amazônica é essencial para estabilizar nosso clima. É o lar de centenas de grupos étnicos com conhecimento único das florestas, bem como da mais rica biodiversidade do planeta. Os rios amazônicos e as chuvas alimentam o resto do continente sul-americano. A Amazônia é um sistema de suporte de vida global, regional e local – e todos dependemos disso.

Mas a Amazônia enfrenta uma crise sem precedentes. Nas últimas décadas, uma “economia baseada no desmatamento” vem sendo estabelecida, onde apenas algumas commodities são priorizadas.

Como resultado, a Amazônia agora absorve um terço a menos de carbono do que há uma década, deixando de ser um depósito líquido de carbono e tornando-se uma grande emissora de carbono. À medida que as chuvas se tornam menos confiáveis devido a uma combinação de desmatamento, degradação, incêndios e mudanças climáticas, os setores da agricultura e a indústria vem sendo ameaçados. E como a população local se vê excluída das decisões políticas, seu futuro e o futuro da Amazônia estão em risco. Se o desmatamento continuar no mesmo ritmo (a perda de floresta está se aproximando de 20%) e as temperaturas continuarem subindo, os cientistas estão prevendo um colapso da floresta.

É necessária uma ação urgente e integrada, uma vez que todas as nossas vidas dependem disso. Existem muitas iniciativas inspiradoras espalhadas pela Amazônia com o objetivo de salvaguardar seu futuro. Mas essas diversas políticas, empreendimentos e projetos lutam para se conectar uns aos outros, para fornecer impulso para uma mudança sistêmica ou para lidar com as causas subjacentes do desmatamento. Se faz necessário o desenvolvimento de novas abordagens que não apenas ampliem e conectem os programas bem-sucedidos existentes, mas que permitam que novas atividades econômicas verdes surjam, prosperem e se tornem comuns.

Pensando nisso, a Fundação Amazônia Sustentável, em parceria com a Coalizão de Economia Verde (Green Economy Coalition – GEC em Inglês), lançou em setembro de 2020 o Hub de Economia Verde e Bioeconomia da Amazônia, que tem sede em Manaus/Amazonas, e congrega mais de 53 organizações (sociedade civil, empresas, trabalhadores, governos, agências internacionais da ONU e acadêmicos) conectadas a outros sete Hubs em todo o mundo, comprometidas em acelerar a transição para uma economia regenerativa, verde e inclusiva na Amazônia.

Veja mais informações do Hub de Economia Verde e Bioeconomia da Amazônia clicando aqui.