Saúde na Floresta - FAS Amazônia : FAS Amazônia

Como funciona

O contexto da pandemia da Covid-19 foi determinante para a elaboração de ações direcionadas à saúde na região amazônica. A partir daí, articulações como as da “Aliança Covid-Amazonas” abriram caminhos para a disseminação e o fortalecimento de práticas realizadas pela FAS, especialmente voltadas para a atenção primária, como é o caso do Programa Saúde na Floresta (PSF).

Cuidar da saúde das pessoas que cuidam da Amazônia é um dos maiores objetivos do PSF, de forma a atender às necessidades regionais e aprimorar as políticas públicas de saúde em populações tradicionais e povos indígenas do Amazonas. As estratégias do programa levam em conta procedimentos de segurança, higiene e qualificação do acesso aos serviços essenciais de saúde, com foco na melhoria dos modos de vida das pessoas, principalmente aquelas localizadas em áreas remotas.

O programa vincula parcerias a fim de implementar um conjunto de projetos e iniciativas que promovam o pleno acesso à saúde de qualidade, incluindo formações continuadas para os profissionais da área. A articulação estratégica com os parceiros da FAS é imprescindível para que todas as frentes de saúde sejam executadas. O PSF também toma como princípio análises científicas e avaliações participativas sobre os sistemas de saúde implementados.

Dentre os 12 componentes de atuação do Programa, cinco deles merecem destaque:

Vídeo