Teleducação : FAS Amazônia

Teleducação

Apresentação

A proposta da formação de educação em saúde no âmbito do projeto de Telessaúde na Floresta é direcionada aos agentes comunitários e outros profissionais que compõem a rede de atenção que atua diretamente nas comunidades ribeirinhas, sejam eles residentes do entorno ou das próprias Unidades de Conservação (UCs) do Estado do Amazonas.

Noções básicas de fisiologia humana

Profissional: Drª Lilia de Oliveira – Médica infectologista e clínica

Objetivo da unidade: Abordar as noções básicas a respeito da fisiologia humana para incentivar boas medidas de cuidado entre as comunidades ribeirinhas.

Saiba: A ciência ensina que o corpo humano trabalha de forma integrada, dividido em sistemas como o sistema nervoso, digestivo, respiratório, entre outros. Essa integração precisa ser compreendida pelos próprios comunitários, a fim de que eles entendam que os medicamentos e alimentos ingeridos atuam diretamente nos órgãos do nosso corpo.

Imunização

Profissional: Dr. Bernardino Albuquerque – Médico infectologista

Objetivo da unidade: Compreender os aspectos históricos no Brasil e os conceitos básicos de vacinação e imunização para abordar de maneira mais acessível nas comunidades ribeirinhas.

Saiba: O termo imunização foi introduzido como uma estratégia para controle das doenças graves. A própria história da vacinação se inicia com o combate à varíola no Brasil, em que o público-alvo inicialmente foi de crianças, e, em seguida, foram instituídos calendários vacinais para adolescentes, adultos e idosos.

A vacina é um microorganismo vivo ou parte dele, que é introduzido no nosso corpo para estimular o nosso próprio organismo de defesa. Por exemplo, no caso do vírus da Covid-19, nosso organismo não possui nenhuma proteção, e somente após imunizados temos mais resistência. Consequentemente, a vacinação em massa leva a uma diminuição dos casos da doença e dos casos de mortalidade.

 

Saúde da Criança

Profissional: Franci Lima – Analista técnica do Primeira infância Ribeirinha

Objetivo da unidade: Apresentar como funciona o Programa Primeira Infância Ribeirinha (PIR), desenvolvido pela FAS.

Saiba: O Programa Primeira Infância Ribeirinha (PIR) visa a elaboração de uma tecnologia social voltada ao desenvolvimento da primeira infância em comunidades ribeirinhas no estado do Amazonas. A FAS acredita que o futuro do Brasil e do planeta dependem da Amazônia. O futuro da Amazônia depende das crianças que nela vivem. Investir nas crianças é, portanto, de importância estratégica para o futuro do Brasil e do planeta.

Conceitos de Atenção Básica à Saúde

Profissional: Drª Heliana Feijó – Especialista em medicina preventiva

Objetivo da unidade: Compreender os conceitos referentes à Atenção Primária à Saúde  

Saiba: Essa unidade aborda os cuidados básicos em saúde da comunidade como um desafio de garantir a saúde para todas as pessoas, inclusive as diretrizes da Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), pela Portaria Nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Essa aula envolve aspectos como o papel do agente comunitário de saúde (ACS) na sua comunidade e a descrição do trabalho do ACS no acolhimento dos grupos prioritários durante as visitas domiciliares.

O ACS é o profissional que vai diretamente nas comunidades e realiza o diagnóstico por meio do cadastramento das famílias, pelo preenchimento da ficha de cadastro familiar, que engloba os nascimentos, a presença de parteiras, rezadeiras, pessoas com práticas de plantas medicinais. Essa base de informações facilitará a integração entre as equipes de saúde. Suas atividades consistem nos agendamentos de saúde e apoiar na verificação dos sinais vitais, como temperatura e pressão, para acompanhar hipertensos e diabéticos.