FAS é a única instituição brasileira concorrendo ao ‘100&Change’ da Fundação MacArthur : FAS Amazônia
19/02/2020
Destaques | Notícias

FAS é a única instituição brasileira concorrendo ao ‘100&Change’ da Fundação MacArthur


Fundação concorreu com outras 755 instituições de 85 países

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é a única instituição brasileira entre as 100 selecionadas pelo edital ‘100&Change’ da Fundação MacArthur, que tem sede nos Estados Unidos. Se premiada, a fundação poderá captar 100 milhões de dólares para financiar uma proposta ousada que se comprometa com progressos reais na resolução de um problema atual.

Pelo ranking divulgado hoje, 100 instituições de 85 países concorrem ao edital. O anúncio feito nesta quarta-feira (19) foi recebido pela FAS com orgulho. É um importante reconhecimento pelos trabalhos desenvolvidos e implementados em prol do desenvolvimento sustentável da Amazônia e da melhoria da qualidade de vida dos povos da floresta.

“O fato de estarmos entre os 100 finalistas já é um reconhecimento significativo. Nós gostaríamos de compartilhar esse resultado com nossos beneficiários, parceiros e toda a equipe da FAS. Caso a FAS ganhe esse recurso, será destinado a ampliação das atividades que já desenvolve em diferentes áreas juntos às comunidades ribeirinhas do Amazonas. E será uma forma de contribuição ao enfrentamento da crise climática global”, afirmou o superintendente geral da FAS, Virgílio Viana.

Desenvolvimento sustentável em ação

A “Amazônia é importante demais para entrar num colapso ecológico”, essa foi a proposta apresentada pela FAS ao edital que visa mobilizar as instituições da Amazônia e grupos populares para que a tecnologia integrada “social e ambiental” da instituição seja implementada nos países amazônicos. A tecnologia deve criar um mecanismo financeiro inovador com uma plataforma de aprendizagem e política com múltiplos atores que catalisem uma economia amazônica sustentável, a chamada ‘bioeconomia’ – com novas pequenas empresas e governança econômica inspirando mudanças tanto a nível regional como global.

Desde sua criação, a FAS desenvolve projetos em 581 comunidades do Amazonas, das 16 Unidades de Conservação (UC), promovendo a geração de renda sustentável e a melhoria na qualidade de vida das comunidades como estratégia efetiva de manter a floresta em pé e sua biodiversidade viva, beneficiando 40 mil pessoas.

Entre 2008 e 2019, na área de atuação da FAS o desmatamento foi reduzido em 76% e o nível de renda subiu 202%. No último ano, enquanto as queimadas aumentaram 91% na Amazônia entre janeiro e agosto, houve um decréscimo de 33% onde a instituição desenvolve ações em prol da Floresta em Pé e daqueles que cuidam das florestas.

Sobre o 100&CHANGE

100 & Change é uma competição distinta aberta a organizações e colaborações que trabalham em qualquer campo, em qualquer lugar do mundo. As propostas devem identificar um problema e oferecer uma solução que realize mudanças significativas e duráveis.

A segunda rodada da competição teve um começo promissor: 3.690 inscritos apresentaram 755 propostas. Desses, 475 passaram por uma revisão administrativa inicial. O 100 & Change foi projetado para ser justo, aberto e transparente. A identidade dos juízes e a metodologia usada para avaliar as propostas iniciais são públicas. Os candidatos receberam comentários e feedback dos colegas, juízes e revisores técnicos.