EnglishFrenchPortugueseSpanish

EMPREENDEDORISMO

Apesar de concentrar milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade econômica, fator que se agrava com o desmatamento, a Amazônia apresenta grande potencial quando o assunto é empreendedorismo sustentável. Na região, há produtos que só podem ser encontrados localmente, uma natureza exuberante que atrai turistas do mundo inteiro e populações tradicionais sempre dispostas a inovar e empreender.

Para fazer a floresta valer mais em pé, a FAS criou o Programa de Empreendedorismo e Negócios Sustentáveis da Amazônia (Pensa). A plataforma estratégica de atuação do programa une princípios da Tecnologia Social para formar empreendedores e apoiar o desenvolvimento de negócios sustentáveis em 583 comunidades de 16 Unidades de Conservação (UCs). A estratégia é formar pessoas e oportunizar recursos para desenvolver negócios sustentáveis na Amazônia.

EM NÚMEROS (2021)

50

———–

Empreendimentos de turismo

14

———–

Atividades de campo

120

———–

Comunidades beneficiadas

203

———–

Horas de consultoria

MISSÃO

Formar empreendedores e desenvolver negócios sustentáveis na Amazônia.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

PESSOAS

Cultura empreendedora e cadeias produtivas estratégicas

O primeiro passo consiste na disseminação de conceitos básicos de empreendedorismo com o foco na formação e capacitação de potenciais empreendedores e as principais atividades produtivas realizadas em uma determinada comunidade, além de pesquisar sobre as potencialidades mercadológicas oferecidas por cada local.

Para isso, o programa promove diversos laboratórios de gestão financeira e empreendedora, convoca lideranças e jovens comunitários para estimular a participação local e, a partir daí, descobre e estimula talentos para o mundo dos negócios. Os laboratórios são voltados para a elaboração de planos de negócios focados no desenvolvimento sustentável regional e, geralmente, são feitos em parceria com cursos técnicos.

FINANÇAS

Crédito e investimento de impacto

O programa disponibiliza recursos não reembolsáveis e reembolsáveis para apoio a projetos de geração de renda e negócios locais, principalmente voltados para a bioeconomia amazônica. O objetivo é fortalecer a economia local e aumentar a segurança financeira.

Por meio de apoio logístico e da aquisição de equipamentos e outros itens essenciais ao funcionamento dos empreendimentos, o objetivo do componente é aumentar não apenas a capacidade produtiva local, mas também estimular o uso eficiente e sustentável dos recursos.

No comércio, por exemplo, grande parte dos empreendimentos no interior da Amazônia são geridos por mulheres, o que representa também um ganho em termos de igualdade de gênero, já que as mulheres, ao serem beneficiadas, fazem uso dos recursos econômicos de forma mais eficiente e igualitária.

NEGÓCIOS

Produtos e mercados da bioeconomia e incubadora de negócios sustentáveis

Para tornar a vida do/a empreendedor/a menos complicada ao enfrentar os obstáculos impostos pelo mercado, o Pensa oferece um ambiente de inovação que utiliza um modelo de incubação à distância, perfeitamente adaptado à realidade amazônica.

Oferecemos serviços de assessoria voltados ao apoio gerencial, financeiro e técnico, auxiliando na oferta de soluções especializadas para o desenvolvimento de negócios focados na geração de impactos positivos, tanto socioambientais quanto econômicos.

Além de continuar a trilha de formação para os empreendedores, o negócio é desenvolvido até a ida ao mercado de forma qualificada, contando com apoio de parceiros estratégicos da incubadora.

GALERIA