Comunidades indígenas de Manaus recebem doações para enfrentamento ao coronavírus : FAS Amazônia
22/01/2021
Sem categoria

Comunidades indígenas de Manaus recebem doações para enfrentamento ao coronavírus

Aliança Covid Amazonas, coordenada pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS), entregou itens de higiene pessoal, máscaras, medicamentos, oxímetros e termômetros no Parque das Tribos e nas aldeias Inhãa-be, Rouxinol e Branquinhas.


As primeiras doações da campanha SOS Amazonas, promovida pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS), por meio da Aliança Covid Amazonas, chegaram em comunidades indígenas de Manaus. Nesta quinta-feira (21), moradores do bairro Parque das Tribos, no Tarumã, e das aldeias Inhãa-be, Rouxinol e Branquinhas, localizadas na zona rural da capital, foram beneficiados com produtos de higiene pessoal e insumos para o enfrentamento ao novo coronavírus.

Foram entregues oxímetros, termômetros, 200 kits de higiene pessoal, 200 sabonetes, 500 máscaras descartáveis, 200 máscaras de tecido e 200 unidades de Paracetamol. A ação aconteceu em parceria com o projeto Vidas Indígenas Importam e as doações obtidas através do apoio do programa “Todos pela Saúde” do Banco Itaú, Americanas, Havaianas, Grupo Bemol e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

A superintendente de Desenvolvimento Sustentável de Comunidades da FAS, Valcléia Solidade, destacou a importância da mobilização para ajudar as populações mais vulneráveis – indígenas, ribeirinhas e urbanas de baixa renda – a enfrentar o cenário emergencial da pandemia no Amazonas, que voltou a registrar recordes de hospitalizações e mortes por Covid-19 neste mês. “Estamos aqui, principalmente, pensando no próximo. Porque é isso que faz com que o nosso trabalho faça todo o sentido e tenha significado. Essa é uma forma de estarmos contribuindo para melhorar as condições daqueles que estão mais vulneráveis neste momento da pandemia”, disse.

De acordo com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), a taxa de mortalidade entre indígenas é o dobro da registrada para o resto da população brasileira. Até quinta-feira (21), o país registrou mais de 46,5 mil casos confirmados da doença, atingindo 161 povos e levando à morte 929 indígenas, segundo levantamento da instituição. O Amazonas, estado que concentra a maior população indígena do Brasil, possui também o maior número de óbitos pelo vírus.

SOS Amazonas

A “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus” é uma articulação da FAS, em parceria com 112 empresas, prefeituras e instituições, para ajudar as comunidades mais afetadas a enfrentar os impactos da pandemia da Covid-19. Desde abril do ano passado, mais de 350 mil pessoas em todo o estado foram beneficiadas pela iniciativa.

Diante do caos sanitário e humanitário provocado pela nova onda de proliferação do vírus no Amazonas, a Aliança está promovendo uma campanha para captação de recursos financeiros e materiais, e realizando a entrega de doações para reforçar as ações de enfrentamento ao novo coronavírus na capital e, principalmente, nos municípios do interior, que sofrem com a falta de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), fornecimento de insumos e dificuldades de remoção de pacientes para Manaus.

Um canal de doação exclusivo para essa situação foi criado e as pessoas podem contribuir pelo PIX CNPJ 09351359000188 ou via cartão de crédito no link abre.ai/sos-amazonas.