Evento na COP discute impacto de iniciativas estaduais na estratégia nacional de REDD+ : FAS Amazônia
11/11/2016
Outros

Evento na COP discute impacto de iniciativas estaduais na estratégia nacional de REDD+


O Idesam e a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) realizaram, em Marrakech (Marrocos), a mesa-redonda  “Advances and perspectives for the implementation of sub-national REDD+ programs in the Brazilian Amazon”. A atividade faz parte da programação paralela da 22ª Conferência do Clima (COP 22), que segue até 18 de novembro. A meta da conferência é engajar os países signatários do Acordo de Paris a mais uma vez discutir ações para desacelerar o aumento nas emissões de gases de efeito estufa, diminuindo os efeitos do aquecimento global.
Com o evento, Idesam e FAS buscaram mostrar como as iniciativas subnacionais podem contribuir de maneira mais efetiva para atingir as metas nacionais de redução de emissões. “As metas nacionais estão completamente relacionadas à redução na taxa de desmatamento da Amazônia, que vem apresentando um preocupante crescimento ao longo dos três Ultimos anos. As iniciativas propostas pelos estados são fundamentais para alavancar novos recursos para contenção do desmatamento, para que essas taxas voltem a cair”, explica Pedro Soares, gerente do Programa Mudanças Climáticas do Idesam.
As ações implementadas no Amazonas tiveram destaque no evento. O Bolsa Floresta foi um dos projetos apresentados durante a COP22.
Além de Pedro Soares, participaram do evento Juliana Santiago, do Fundo Amazônia/BNDES, André Guimarães, do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), o secretário de Estado do Meio Ambiente do Amazonas (Sema), Ademir Stroski, a presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Ana Eunice Aleixo, e o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana.