FAS apresenta soluções de desenvolvimento sustentável para a Amazônia durante a COP-21, em Paris : FAS Amazônia
06/12/2015
Outros

FAS apresenta soluções de desenvolvimento sustentável para a Amazônia durante a COP-21, em Paris


A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) embarca para a COP21, em Paris, com diversos objetivos. Entre eles, apresentar as iniciativas de sucesso na Amazônia nos Ultimos anos que podem servir como exemplos de solução para o desenvolvimento sustentável em escala global. Além disso, a delegação da entidade discutirá sobre os desafios para o alcance do desenvolvimento sustentável na região nos próximos 15 anos, tendo como referência os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), lançados pela Organização das Nações Unidas em setembro deste ano.

Um dos destaques deste ano será o evento Amazon Solutions Day (Dia de Soluções para a Amazônia), organizado pela SDSN-Amazônia (Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) na segunda-feira (07/12), das 9h às 15h30, no escritório da rede SDSN, localizado no Centro Global da Universidade de Columbia. O evento tem como objetivo desenvolver uma visão comum sobre a estratégia e agenda para a implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Amazônia, além de seus mecanismos de financiamento.

Estarão presentes representantes de governos, como do Estado do Amazonas e o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Luiz Castro. Da sociedade civil, como Yolanda Kakabadse, presidente do WWF, além do diretor da Rede SDSN Global, Jeffrey Sachs e o representante do Vaticano monsenhor Marcelo Sanchez Sorondo, reitor da Pontifícia Academia de Ciências.

O evento ainda contará com a entrega do Prêmio SDSN-Amazônia, iniciativa que busca valorizar projetos como soluções para o desenvolvimento sustentável na Amazônia Continental. “O Prêmio é uma das iniciativas que a SDSN-Amazônia, secretariada pela FAS, lidera no sentido de reconhecer e dar visibilidade às soluções para o desenvolvimento sustentável que já existem. A ideia é estimular as práticas bem sucedidas e reconhecê-las, visto que as atividades de desenvolvimento na região geram impactos socioambientais significativos no ecossistema”, afirma o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana.

A FAS também estará presente no Global Landscapes Forum (Fórum Global de Paisagem) no domingo (06/12). Das 9h às 10h30, serão apresentados os resultados da parceria com o Fundo Amazônia, que desde 2010 apoia as ações do Programa Bolsa Floresta voltadas para a geração de renda e investimentos no fortalecimento das organizações de base comunitária.

Em 2014, foram 241 projetos de geração de renda e 149 iniciativas em associações de moradores, destaque para iniciativas nas cadeias produtivas do açaí e de óleo vegetal. Somente na cadeia do açaí, foram mais de 200 pessoas participando ativamente de toda a fase de extração com aumento de 43% no rendimento com o beneficiamento imediato. Com o óleo vegetal, houve o processamento de 406 litros de óleo de andiroba com 30% de rendimento. No mesmo evento, das 17h35 às 18h20, a FAS estará em um painel para compartilhar boas práticas de gestão florestal.

“A Amazônia pode tanto ser parte da solução quanto do problema das mudanças climáticas, o que varia de acordo com a diminuição ou aumento do desmatamento e queimadas na região. Para se tornar a solução precisamos de políticas pUblicas eficazes e recursos para a adaptação às mudanças climáticas, melhoria da qualidade de vida da população, aumento do custo da ilegalidade e promoção da educação ambiental”, afirma Virgílio.

Na COP21, a FAS ainda contará com um estande no Palácio do Congresso de Paris, no pavilhão temático de “Mudanças Climáticas e Natureza”, em parceria com o World Resources Institute (WRI). As atividades da organização durante a Conferência podem ser acompanhadas na página especial: http://fas-amazonia.org/cop21/. Nesta página, serão publicados artigos e análises sobre a COP21.