Moradores decidem localização do Núcleo de Conservação e Sustentabilidade - FAS Amazônia : FAS Amazônia
25/02/2011
Outros

Moradores decidem localização do Núcleo de Conservação e Sustentabilidade


Núcleo de Conservação e Sustentabilidade do Tumbira 

Modelo de Núcleo de Conservação e Sustentabilidade (NCS do Tumbira)

Representantes de comunidades ribeirinhas da Área de Proteção Ambiental do Rio Negro decidiram na tarde de ontem (dia 24/02), em assembleia geral realizada na sede da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Manaus-AM, a comunidade em que será construído o novo Núcleo de Conservação e Sustentabilidade da margem esquerda do Rio Negro. Foi escolhida, pela facilidade de acesso para as demais comunidades da Unidades de Conservação, a comunidade Três Unidos.

A assembleia geral contou com a presença de representantes das comunidades da margem esquerda do Rio Negro e representantes do Governo do Estado do Amazonas (SDS/CEUC), além de moradores do Parque Estadual do Rio Negro Setor Sul.

Segundo o presidente da Associação dos Moradores da Comunidade Três Unidos, Waldemir da Silva, trata-se de um momento muito importante, já que, segundo ele, a demanda educacional na região existe há anos. “Não é só um sonho da comunidade Três Unidos que está sendo realizado e sim um sonho de todas as comunidades da APA do Rio Negro e do Parque (Estadual do Rio Negro), que poderão colocar seus filhos e netos na escola”, comemora.

De acordo com o superintendente-geral da Fundação Amazonas Sustentável, Virgílio Viana, a obra deverá ser construída com mão-de-obra local e irá começar no início de março, com previsão de término para o segundo semestre de 2011. Virgílio destaca ainda o clima de união em que se sucedeu o fim da discussão. “Isso é algo muito importante porque reforça o espírito e a crença da FAS de que nós precisamos lutar muito pela união das pessoas, pela união de todos em prol da sustentabilidade do Amazonas, do Brasil e do planeta”, afirmou

Núcleos de Conservação e Sustentabilidade

Os Núcleos de Conservação e Sustentabilidade fazem parte dos programas de apoio ao Programa Bolsa Floresta, gerido pela Fundação Amazonas Sustentável, e preveem um modelo de escola voltada para as necessidades das comunidades tradicionais da Amazônia.

“O desafio é fazer com que a educação seja um agente de transformação da realidade, para que nós tenhamos não só a erradicação da pobreza extrema e um aumento da qualidade de vida, mas também uma forma de fazer com que a conservação da floresta em pé seja algo bom para as pessoas”, afirma Virgílio Viana.

Os Núcleos de Conservação e Sustentabilidade são compostos por cinco estruturas: escola, casa familiar da floresta, casa do professor, posto de saúde e base operacional do Programa Bolsa Floresta.