EnglishFrenchPortugueseSpanish

Aliança Covid Amazonas, coordenada pela FAS, distribuiu mais de 28 mil cestas básicas

Aliança Covid Amazonas, coordenada pela FAS, distribuiu mais de 28 mil cestas básicas
janeiro 5, 2021 forner

Aliança Covid Amazonas, coordenada pela FAS, distribuiu mais de 28 mil cestas básicas

05/01/2021

As ações da “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus”, coordenada pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) com o apoio de 112 instituições, empresas e prefeituras, beneficiaram mais de 350 mil pessoas de comunidades ribeirinhas, indígenas e isoladas, além de bairros periféricos de Manaus. Entre as entregas, vale destacar a distribuição de 28.094 cestas básicas com o objetivo de evitar o deslocamento de comunidades ribeirinhas para as cidades.

De acordo com o superintendente geral da FAS, Virgilio Viana, a atuação da Aliança tem sido robusta e fundamental para amenizar os impactos da doença no interior do Estado, mas que a luta contra o vírus continua. “A pandemia não acabou e precisamos manter o ritmo de trabalho, usando máscara, álcool gel e seguindo todos os cuidados necessários para nos proteger da Covid-19. A vacina está prometida para o começo desse ano, então começará o desafio de fazer a vacina chegar até a Amazônia profunda, em locais que ficam a 10, 15 dias de viagem de barco, a partir de Manaus. Esse será o novo desafio e a Aliança estará trabalhando para ajudar a superá-lo”, disse o superintendente.

As doações da Aliança incluem a distribuição de mais de 381.534 máscaras protetoras, 1.304 oxímetros e 25.754 unidades de álcool gel. Também foram doados Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), combustível para o transporte de pacientes e produtos para as comunidades, 567 mil sachês purificadores de água da empresa P&G, entre outros.

Os resultados positivos da Aliança foram possíveis devido a parceria com empresas e instituições comprometidas na missão de enfrentamento ao coronavírus. Entre elas, a parceria com a Embaixada da França, que forneceu 48 toneladas de cestas básicas e kits de higiene, e a confecção e distribuição de mais de 30 mil máscaras. A parceria também garantiu a doação de sete ambulanchas, 19 canoas, kits de itens médicos e 2,5 mil litros de combustível, que beneficiaram 1,4 mil famílias de 42 comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro, RDS Puranga Conquista e Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro. A Embaixada apoiou, ainda, ações estruturantes em bairros periféricos de Manaus, como o Parque das Tribos e Monte das Oliveiras, com a construção de espaços de lazer, cultura, saúde e geração de renda, previstos para inauguração no primeiro trimestre de 2021.

A Fundação Maggi, parceira da Aliança, doou 1,5 mil cestas básicas para a comunidade Puranga Conquista, indígenas Kokama em Manaus e 14 bairros periféricos da capital. Além disso, o movimento Friday For Future, liderado pela ativista sueca, Greta Thunberg, doou mais de R$ 600 mil, beneficiando comunidades indígenas no interior do Amazonas e bairros periféricos de Manaus.

A Aliança Covid-Amazonas, com o apoio de profissionais da saúde, também criou um Guia de Recomendações para Atenção Primária à Saúde, que é pioneiro no Estado e está sendo utilizado em comunidades ribeirinhas, rurais e aldeias indígenas do Estado. O guia garante orientação aos agentes de saúde para prevenção e observação dos sintomas do coronavírus, além de parâmetros para transferência de pacientes.

Ainda na esfera da saúde pública, a Aliança Covid-Amazonas, por meio do programa “Todos pela Saúde”, do Itaú Unibanco, está articulando a criação do projeto “SUS na Floresta” com o objetivo de repensar o modelo de atenção básica de saúde na Amazônia. O projeto trabalhará com a formação de agentes de saúde e outros profissionais; instalação de pontos de internet em comunidades; aquisição e reforma de ambulanchas; combustível para transporte emergencial; adequação das alas hospitalares para pacientes indígenas; aquisição de equipamentos hospitalares; melhoria das políticas públicas de atenção básica em saúde para comunidades remotas; e adaptação e fortalecimento do SUS para a realidade das comunidades remotas.

Apoio

Outras empresas e instituições que também estão apoiando as atividades realizadas pela Aliança são Lasa, Setubal 3G, Havaianas, Gillete, Carrefour, Marriott International, SAP Business, Childfund Brasil, Fundação Avina, Instituto Coca-Cola, Klabin, ICS, Fiocruz, OAK Foundation, Instituto Arapyaú, Americanas, Moore Foundation, Embaixada da Irlanda, Hivos – People Unlimited, Ball, FIMI e GIZ.