pt Português
pt Português
pt Português
19/04/2022
Notícias

Estudo sobre cenário educacional na Amazônia aponta soluções, desafios e oportunidades

Desafios para a educação na Amazônia, principalmente em comunidades afastadas, como conectividade, modo de ensino, contexto cultural e visibilidade foram as problemáticas analisadas.


A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) lançou, por meio de um webinar transmitido no Youtube, o relatório do projeto “Radar Educacional Amazônico”, iniciativa coordenada em parceria com o Instituto Unibanco com ações em prol da melhoria da educação de populações tradicionais da Amazônia.

O evento apresentou o relatório “Radar Educacional Amazônico: Iniciativas promissoras para educação de populações tradicionais na Amazônia” e trouxe observações sobre o contexto educacional, com o mapeamento de trabalhos e soluções voltadas para melhoria da educação, com valorização da cultura e das tradições locais para o desenvolvimento da região, além de um recorte do cenário educacional da região a partir de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

O webinar ainda promoveu um debate sobre os resultados do projeto com a presença de membros do Comitê Orientador da iniciativa: o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana; o superintendente executivo do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques; a professora da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Kátia Schweickardt; a diretora-presidente da Comunidade Educativa CEDAC, Tereza Perez; além da consultora do projeto, Nathalia Flores; e da facilitadora da plataforma de educação Amazônia-edu da FAS, Laura Candelária.

Para a elaboração do relatório, o comitê orientador contribuiu com pesquisas e experiências na construção do material que abrange os contextos educacional, econômico e social da região. O estudo identifica quais os desafios para a educação na Amazônia, principalmente em comunidades afastadas, como conectividade, modo de ensino, contexto cultural, visibilidade.

Também aponta propostas para a valorização da Amazônia por meio da educação. O “Radar Educacional Amazônico” está disponível para consulta de gestores públicos, sociedade civil, profissionais da educação e demais interessados pelo link: fas-amazonia.org/publicacao/radar-educacional-amazonico/.

Na conversa entre os participantes do evento, foi frisada a necessidade de manter as pesquisas na área com o objetivo de mudar as realidades nas comunidades. “Este é um material vivo, que vai precisar de atualizações constantes, ampliando o campo de atuação. O ‘Radar Educacional’ deve ser como um guia, abrindo caminhos para um novo modelo de vida na Amazônia, por meio do fortalecimento da educação”, afirma a professora da UFAM, Kátia Schweickardt.

“Esse é um trabalho não para mostrar problemas, mas para apontar direções em um campo com tantas possibilidades como a Amazônia. É um momento oportuno, onde temos os olhares voltados para a região em busca de soluções e a educação é um elemento que pode mudar realidades e mostrar novos caminhos, principalmente quando trabalhamos com as crianças e os jovens, que são a geração do futuro”, ressalta o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana.

O superintendente executivo do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques, apontou que a Amazônia é uma região com muitas oportunidades, mas não é totalmente vista.

“O país ainda não conhece tudo o que a Amazônia oferece. Esse estudo é fundamental não apenas para os povos amazônicos, mas para o Brasil todo. A reformulação educacional da Amazônia contribui com o desenvolvimento local e também nacional, porque a educação tem esse poder de alcance”, observa Ricardo Henriques.

Sobre a FAS

Fundada em 2008 e com sede em Manaus/AM, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia.

Sobre o Instituto Unibanco

O Instituto Unibanco é uma instituição sem fins lucrativos que atua pela melhoria da qualidade da educação pública no Ensino Médio, por meio da gestão. Seu objetivo é contribuir para a permanência dos estudantes na escola, a melhoria da aprendizagem e a redução das desigualdades educacionais. Sua atuação é baseada em evidências valorizando a diversidade e acelerando transformações por meio da gestão. Fundado em 1982, integra o grupo de instituições responsáveis pelo investimento social privado do grupo Itaú-Unibanco. www.institutounibanco.org.br.