Evento debate REDD na Conferência da ONU sobre o clima : FAS Amazônia
02/12/2010
Outros

Evento debate REDD na Conferência da ONU sobre o clima


Com a moderação do superintendente-geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Virgílio Viana, o evento “Lições aprendidas de iniciativas e projetos de REDD+” discutiu na COP16, nesta terça-feira (30/11), em Cancún, as diferentes iniciativas de REDD e como garantir a viabilidade de projetos iniciados por entidades privadas ou organizações não-governamentais.

Além da FAS, o evento oficial da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCCC, na sigla em inglês) teve ainda a participação de outros desenvolvedores de diferentes metodologias para promover a redução de emissões por desmatamento e degradação florestal (REDD) no âmbito do sistema VCS (Voluntary Carbon Standard): Leslie Durschinger (Terra Global); Robert O’ Sullivan (Climate Focus) e Gabriel Ribenboim (FAS) e Mariano Cenamo (Idesam) como parceiros no desenvolvimento da metodologia de fronteira.

 Virgílio Viana leva experiência de REDD para a Cop 16, no México

Superintente da FAS, Virgílio Viana (3º da direita p/ esq.), discute iniciativas de REDD na Cop 16, no México

O sistema VCS fornece uma solução robusta, novo padrão global e um programa confiável para a aprovação de compensações voluntárias. A coordenadora de Programas do VCS, Naomi Swickard, apresentou os principais pontos do processo de aprovação de metodologias do REDD+ no VCS, enquanto os desenvolvedores discutiram os principais obstáculos e possíveis soluções de tópicos metodológicos, aspectos políticos, processuais e de financiamento para o REDD em seus diferentes contextos.  “O debate foi muito proveitoso. Nossa expectativa é que, a partir da COP 16, possamos obter novas diretrizes para a regulamentação dos projetos de REDD+ em todo o mundo, para que sejam incorporados, formalmente e de maneira definitiva, como um dos instrumentos estratégicos no conjunto das definições da convenção das Nações Unidas”, afirma Virgilio Viana, superintendente-geral da FAS e moderador do evento.  Em maio deste ano, a metodologia de REDD apresentada pela Fundação Amazonas Sustentável, em conjunto com Carbon Decisions Internacional (CDi) e o Idesam, foi pioneira ao ser a primeira metodologia de REDD do Brasil a receber o parecer favorável na primeira etapa pelo sistema Voluntary Carbon Standard (VCS). A validação desta metodologia permitirá, quando concluída de forma definitiva, a elaboração, validação e implementação de diversos projetos de REDD ao redor do mundo.