Evento paralelo à COP26 debate oportunidades para REDD+ na Amazônia - FAS Amazônia : FAS Amazônia
10/11/2021
Notícias

Evento paralelo à COP26 debate oportunidades para REDD+ na Amazônia

O evento é uma parceria entre a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e a Força Tarefa de Governadores para o Clima e Florestas (GCF), e ocorre nesta quinta-feira (11), às 10h15 (horário de Brasília)


Com a proposta de debater instrumentos para alavancar o desenvolvimento sustentável da Amazônia e fomentar uma economia verde na região, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e a Força Tarefa de Governadores para o Clima e Florestas (GCF) promovem, nesta quinta-feira (11), às 10h15 (horário de Brasília), o evento “Uma nova oportunidade para REDD+ na Amazônia: caminhos para canalizar recursos para o desenvolvimento sustentável”, em paralelo à 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP26), realizada em Glasgow, na Escócia. O evento será em inglês e terá transmissão ao vivo por meio do canal oficial da COP26 no YouTube (abre.ai/reddevent).

O encontro reunirá diferentes atores engajados na agenda de desenvolvimento sustentável, representantes do setor privado, tomadores de decisão, especialistas e lideranças indígenas. No foco dos debates, estão as oportunidades e perspectivas para a integração de iniciativas nacionais e subnacionais de REDD+, sigla para Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal.

O REDD+ é um mecanismo que permite a remuneração de quem mantém a floresta em pé e, com isso, ajuda a evitar as emissões de gases de efeito estufa decorrentes do desmatamento, queimadas e degradação florestal. Os recursos captados são investidos na manutenção da floresta e no manejo sustentável de seus recursos.

As oportunidades geradas pelos mercados de carbono na Amazônia são promissoras.  O debate proposto pela parceria entre FAS e GCF na COP26 visa contribuir com a troca de informações, discussão de estratégias e proposição de soluções que possibilitem aumentar a governança, gerar alternativas produtivas sustentáveis e atingir metas e indicadores relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na região.

Entre os participantes, estão a diretora do Departamento de Conservação Florestal e Serviços Ambientais do Ministério do Meio Ambiente, Marta Giannichi, o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará, Mauro O’de Almeida, e o superintendente de Inovação e Desenvolvimento Institucional da FAS, Victor Salviati.

Responsável por moderar o evento, o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana, destaca a relevância da programação para gerar avanços na implementação de instrumentos potencialmente poderosos voltados para a prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, além da promoção da conservação e do uso sustentável do bioma Amazônia.

“A COP tem o intuito de integrar a comunidade internacional na delimitação de iniciativas para frear as mudanças climáticas no planeta e a Amazônia possui um papel central neste debate. A criação de estratégias para deter o desmatamento e a degradação ambiental na região deve resguardar quem está diretamente relacionado à proteção das florestas, conciliando ações de conservação com geração de renda para as populações tradicionais, ribeirinhas e indígenas”, afirma.