FAS apóia organização social e participação política de mulheres na RDS Mamirauá : FAS Amazônia
10/03/2011
Outros

FAS apóia organização social e participação política de mulheres na RDS Mamirauá


A Associação de Mulheres da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Mamirauá, com o apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), realiza hoje, amanhã e depois (10 a 12/3) o 5º Encontro de Mulheres da RDS Mamirauá.   Aproveitando a ocasião do Dia Internacional da Mulher, o evento tem como objetivo debater projetos que promovam a inclusão social e econômica da mulher.

A programação do encontro inclui discussões sobre inclusão social, geração de renda, mobilização feminina em prol das comunidades, além de outros assuntos de interesse das mulheres que serão levantados no evento. “Percebemos que as mulheres tem tido cada vez mais um bom desempenho a frente das atividades desenvolvidas nas comunidades e o Programa Bolsa Floresta tem como um dos objetivos principais incentivar essa participação”, explica Rosival Dias, coordenador da Regional Solimões.

O Bolsa Floresta, primeiro projeto brasileiro certificado internacionalmente para recompensar as populações tradicionais pela manutenção dos serviços ambientais prestados pelas florestas, também atua no sentido de dar autonomia às mulheres.  O cartão do Bolsa Floresta Família é entregue diretamente para a mulher, que torna-se responsável por gerenciar a verba destinada à família. Também por meio do componente Renda, muitas mulheres são beneficiadas, já que projetos voltados ao turismo, artesanato, entre outros, integram a mulher à economia local e promovem a geração de renda.

Segundo uma das organizadoras do evento, Marilis dos Santos Oliveira, a participação feminina nas decisões políticas tem crescido. ”Quando o encontro foi realizado pela primeira vez, a RDS do Mamirauá não tinha nenhuma liderança feminina. Hoje temos algumas mulheres representando comunidades da reserva, o que já é resultado desses encontros”, afirmou.

Sobre a FAS

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma instituição público-privada, sem fins lucrativos, não-governamental e sem vínculos político-partidários, fundada no dia 20 de dezembro de 2007, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do Amazonas e o Banco Bradesco.

A missão da entidade é promover o envolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades residentes nas Unidades de Conservação do  Amazonas, em uma área de mais de 10 milhões de hectares, por meio da valorização dos serviços e produtos ambientais.

A FAS tem como prioridade implantar o Programa Bolsa Floresta (PBF), primeiro projeto brasileiro certificado internacionalmente para recompensar as populações tradicionais pela manutenção dos serviços ambientais prestados pelas florestas.

O Programa Bolsa Floresta (PBF) é o primeiro projeto do Brasil certificado internacionalmente para recompensar e melhorar a qualidade de vida das populações tradicionais pela manutenção dos serviços ambientais prestados pelas florestas tropicais, reduzindo o desmatamento e valorizando a floresta em pé. Possui 4 componentes:

Bolsa Floresta Renda – incentivo à produção sustentável

Bolsa Floresta Social – investimentos em sáude, educação, transporte e comunicação

Bolsa Floresta Associação – fortalecimento da associação e controle social do programa

Bolsa Floresta Familiar – envolvimento das famílias na redução do desmatamento