FAS integra grupo que elaborou proposta para reduzir impactos socioambientais de REDD+ - FAS Amazônia : FAS Amazônia
03/12/2010
Outros

FAS integra grupo que elaborou proposta para reduzir impactos socioambientais de REDD+


A FAS – Fundação Amazonas Sustentável – ao lado de várias organizações da sociedade civil brasileira – acaba de lançar, durante a COP 16, proposta para reduzir o impacto social causado pelos projetos de Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação.

 

Intitulada “Desenvolvendo Salvaguardas Socioambientais de REDD+: um guia para processos de construção coletiva” a publicação apresenta uma proposta efetiva e detalhada para processos de elaboração de políticas socioambientais paralelas aos projetos de REDD+, conduzidos de forma coletiva e com o envolvimento dos diversos setores interessados da sociedade.

 

Ao lado da FAS, participaram do projeto a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, o Conselho Nacional das Populações Extrativistas, a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura, o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade, o Grupo de Trabalho Amazônico, o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia, o Instituto Centro de Vida, o IPAM – Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia -, Instituto Socioambiental, Rede Povos da Floresta, TNC e WWF – Brasil.

 Tarde da Amazônia – Ainda hoje (3/12), a FAS promove a “Tarde da Amazônia”, que tem como objetivo a reflexão e o debate sobre oportunidades, desafios e possíveis soluções para o REDD na Amazônia.  Dentre os temas estão os desafios encontrados para obter investimentos públicos e privados que viabilizem a implementação do REDD.

Sobre a FAS – Fundação Amazonas Sustentável

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma instituição público-privada, sem fins lucrativos, não-governamental e fundada no dia 20 de dezembro de 2007, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do Amazonas e o Banco Bradesco.

Com a missão de promover o envolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida dos moradores das unidades de conservação do Estado do Amazonas, por meio da valorização dos serviços e produtos ambientais, a FAS tem como prioridade implementar o Bolsa Floresta, maior programa de pagamento por serviços ambientais no mundo, reconhecendo o papel das populações tradicionais para a conservação da floresta amazônica.