Amazônia é tema de discussão durante COP16 : FAS Amazônia
07/12/2010
Outros

Amazônia é tema de discussão durante COP16


A Fundação Amazonas Sustentável, representada por seu superintendente geral, Virgilio Viana, apresentou os resultados do evento Tarde da Amazônia durante o “Global Updates on Forests and Climate Change”, parte integrante do  Forest Day 4 – Dia Florestal, realizado neste domingo (5/dez).

Virgilio Viana durante discurso no Forest Day

 A pesquisa, que contou com a participação de especialistas na temática da Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REDD), destacou que cerca de 63% dos participantes da Tarde do Amazônia  acreditam que o REDD+ já está pronto para ser implementado na Amazônia, porém a regularização fundiária na região e a falta de um mecanismo claro de repartição de benefícios são os maiores obstáculos a serem superados para a implementação do REDD+.

 Em torno de 84% das respostas apontaram que o financiamento do REDD+ na Amazônia deve ser proveniente de um mecanismo misto, mesclando fundos governamentais e mercado.

 Veja o video da participação no Forest Day (em inglês)

Quando questionados sobre as principais salvaguardas socioambientais do REDD+, a maioria dos participantes elegeu como essenciais a repartição de benefícios, monitoramento e transparência no processo.

“As preocupações sobre REDD+ estão concentradas em torno de salvaguardas socioambientais. Isso tem dado destaque para temas como repartição de benefícios, respeito aos direitos e costumes de populações indígenas e tradicionais, o que é bastante positivo”, concluiu Viana.

O Forest Day 4 reuniu palestrantes de renome internacional como Sir Nicholas Stern, responsável pelo relatório “Stern Review” e Kuntoro Mangkusubroto, líder da Força Tarefa de REDD+ na Indonésia.

Felipe Calderón, presidente do México, fala sobre importância do REDD (Foto: Cifor)

“O Forest Day foi um sucesso. A fala do Presidente do México Felipe Calderón, mais uma vez, foi muito motivadora e mostrou forte determinação política em priorizar o REDD e ao PSA. As manifestações das principais lideranças internacionais ligadas às florestas e clima também foram muito positivas”, analisa Viana.

Sobre a Tarde da Amazônia – A Tarde da Amazônia, realizada no JW Marriott Cancun, no México, foi a primeira oportunidade em uma COP de reunir representantes governamentais, ONGs, instituições de pesquisa, setor privado e de comunidades florestais, com atuação voltada a região amazônica.

Organizado pela FAS com apoio do CIFOR e Marriott Internacional, o principal objetivo do encontro foi discutir temas fundamentais sobre o mecanismo de REDD na região, incluindo financiamento e implementação.

Amazon Evening_Almir_Surui

Almir Surui, do projeto Carbono Suruí

Virgilio Viana – superintendente geral da FAS – foi quem introduziu o tema e os objetivos do encontro, após a recepção feita por Salvador Anta, representante do governo mexicano e o discurso de abertura de Frances Seymour, diretora geral do CIFOR.

A primeira mesa redonda, sobre financiamento do REDD+, foi moderada por Carlos Manuel Rodriguez (Conservation International – Costa Rica) e contou com a presença de Marcio Macedo (Fundo Amazônia/BNDES), Marisel Allende (Ministério de Meio Ambiente do Peru), Ken Andrasko (World Bank), Steve Schwartzman (EDF) e Mari Snyder (Marriott International).

Amazon_Evening_Daniel_Napstad

Amazon Evening reuniu diversas instituições com trabalho voltado à Amazônia

Para debater a implementação do REDD+ na Amazônia, a segunda mesa redonda foi moderada por Sven Wunder (CIFOR) e teve como participantes Mariano Cenamo (IDESAM), Carlos Manuel Rodriguez (Conservation International), Almir Suruí (Projeto Carbono Suruí ), Max Lascano (Ministério de Meio Ambiente e Desenvolvimento Internacional do Equador – Programa Socio Bosque) e Dr. Daniel Nepstad (IPAM).