FAS leva Provinha Brasil para Unidades de Conservação (UCs) do Bolsa Floresta : FAS Amazônia
27/09/2013
Outros

FAS leva Provinha Brasil para Unidades de Conservação (UCs) do Bolsa Floresta


A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) aplicou em seis unidades de conservação atendidas pelo Programa Bolsa Floresta (PBF) a Provinha Brasil, entre abril e setembro deste ano. Cerca de 660 alunos de classes multisseriadas, entre oito e dez anos, responderam questões de leitura e matemática, em ação que percorreu 100 comunidades diferentes. A aplicação das provas é parte preliminar de um estudo sobre alfabetização infantil no Amazonas.
Participaram da iniciativa as Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDSs) Cujubim, Mamirauá, Rio Negro, Juma, Uatumã e a Floresta Estadual (Florest) de Maués. A aplicação das provas teve o apoio das secretarias municipais de educação de Iranduba, Itapiranga, Jutaí, Maués, Novo Aripuanã, Presidente Figueiredo e São Sebastião do Uatumã e Uarini.
O objetivo é gerar índices de alfabetização infantil, identificando as principais dificuldades apresentadas pelos alunos, explica a supervisora pedagógica da FAS, Nathália Flores. “A ideia é que os dados se tornem subsídios para a elaboração de estratégias específicas, auxiliando no fortalecimento dos processos educativos de cada localidade”, destaca.
Desenvolvida pelo Ministério da Educação (MEC), a Provinha Brasil é um instrumento de avaliação do nível de alfabetização das crianças matriculados no segundo ano de escolarização das escolas pUblicas brasileiras.

Programa de Educação e SaUde

O Programa de Educação e SaUde da FAS tem levado várias ações voltadas à melhoria da qualidade de vida no interior do Estado. Hoje, são sete NUcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCSs) construídos em UCs atendidas pelo Bolsa Floresta. Também são realizadas ações voltadas à saUde ribeirinha, através da valorização da primeira infância. Saiba mais!