FAS participa de ação de limpeza de rios com embaixadora da Suécia no Brasil e cônsul da Suécia de Manaus - FAS - Fundação Amazônia Sustentável

FAS participa de ação de limpeza de rios com embaixadora da Suécia no Brasil e cônsul da Suécia de Manaus

FAS participa de ação de limpeza de rios com embaixadora da Suécia no Brasil e cônsul da Suécia de Manaus
outubro 18, 2022 FAS

FAS participa de ação de limpeza de rios com embaixadora da Suécia no Brasil e cônsul da Suécia de Manaus

18/10/2022
Embaixada da Suécia no Brasil e o Consulado da Suécia em Manaus, reunidos para uma ação de “plogging”, correalizada pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS), em parceria com o movimento Remada Ambiental, nas proximidades da Marina do Davi e na foz do Igarapé do Gigante, no bairro Tarumã em Manaus.  

Na última sexta-feira, dia 14 de outubro, a Embaixada da Suécia no Brasil e o Consulado da Suécia em Manaus realizaram uma ação ambiental conhecida como “plogging”, que integra atividade física ao ar livre com a limpeza e coleta de resíduos. A atividade foi correalizada pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS), em parceria com o movimento Remada Ambiental, nas proximidades da Marina do Davi e na foz do Igarapé do Gigante, no bairro Tarumã.  

A embaixadora da Suécia no Brasil, Karin Wallensteen, membros da embaixada, a cônsul da Suécia de Manaus, Giselle Lins, voluntários e estudantes da Universidade Nilton Lins participaram da ação.  

Resultante da palavra sueca plocka upp (recolher) e do inglês jogging (correr/caminhar), o plogging já é praticado em mais de 100 países por pessoas que recolhem o lixo que encontram quando saem para caminhar, correr ou praticar exercícios ao ar livre.  

A Embaixada da Suécia no Brasil também visa promover a integração entre pontos estratégicos do governo sueco, empresas e sociedade civil da Suécia com o Brasil. O objetivo da embaixadora na ação é entender o cenário de resíduos sólidos em Manaus para, a partir disso, trabalhar junto com a embaixada e o governo no desenvolvimento de tecnologias e/ou novas abordagens para apoiar a capital amazonense e o estado do Amazonas em melhorias desse problema.  

O movimento Remada Ambiental, por sua vez, atua há mais de seis anos no local, orientando e auxiliando moradores sobre o descarte correto de resíduos sólidos. Também faz ações de conscientização, principalmente para evitar que a poluição dos igarapés aumente. A atividade recebe apoio de diversos parceiros, como a FAS, e de mais de 50 voluntários que mensalmente realizam a atividade de limpeza na região.  

“Essa ação é muito importante pois a Suécia é um país líder em gerenciamento de resíduos e também em ações sustentáveis. A visita da embaixadora dá visibilidade para essa problemática de Manaus e pode gerar iniciativas positivas”, comentou o superintendente de inovação e desenvolvimento institucional da FAS, Victor Salviati. 

Sobre a FAS   

Fundada em 2008 e com sede em Manaus (AM), a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia. 

 

Créditos da imagem: Bruna Martins