FAS promove feira com 4,5 toneladas de pirarucu manejado nesta quinta e sexta-feira - FAS Amazônia : FAS Amazônia
28/09/2021
Destaques | Notícias

FAS promove feira com 4,5 toneladas de pirarucu manejado nesta quinta e sexta-feira


A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) realiza mais uma Feira do Pirarucu para incentivar a venda do pirarucu de manejo oriundo da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá, localizada nas proximidades do município de Fonte Boa. Nesta edição, estão disponíveis para o público quatro toneladas de peixe fresco. A feira começa na próxima quinta e sexta-feira, dias 30 de setembro e 1º de outubro, das 8h às 15h, na sede da FAS, localizada na Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10.

O atendimento será presencial, seguindo todos os protocolos de segurança, por meio de distribuição de senhas e por ordem de chegada. Os preços do pirarucu variam de acordo com a peça por quilo: o filé sai a R$25, a manta por R$18, a ventrecha a R$14 e a carcaça por R$6.

A venda do pirarucu de manejo beneficiará 53 famílias de pescadores das comunidades Costa da Ilha e Nova Esperança, em Fonte Boa. A parceria para a feira é resultado de acordo entre a FAS e a Associação dos Moradores e Usuários da Reserva Mamirauá (AMURMAM), com assessoria técnica do IDS-Fonte Boa. É a primeira vez que esses comunitários participam da feira em Manaus.

“A expectativa é vender nosso peixe pelo melhor preço. Quando saímos de Fonte Boa, nossa intenção é ganhar recursos para o pescador, com o propósito de trazer renda para as famílias que dependem do manejo para se sustentar. Queremos conquistar o consumidor de Manaus com nosso trabalho”, diz a presidente da associação das comunidades e produtora, Maria do Rosário Seabra de Freitas. Ela e toda a família trabalham há mais de 20 anos com manejo do pescado e agricultura no interior.

De acordo com Maria, a venda do pirarucu manejado chega a gerar R$150 mil por ano, valor que é dividido entre todas as famílias de pescadores das comunidades Costa da Ilha e Nova Esperança. “A parceria com a FAS veio para ampliar nossas oportunidades nesse ramo e alcançar novos públicos”, completa Maria.

Segurança alimentar

O gerente do Programa Floresta em Pé da FAS, Edvaldo Côrrea, reforça que os peixes vendidos na feira são oriundos da RDS Mamirauá, que não está na faixa territorial de incidência dos casos de rabdomiólise no Amazonas. “Seguimos todos os protocolos de manuseio e armazenamento corretos do peixe manejado, desde a pesca até o transporte finalizando com a venda no local. Esperamos que o consumidor manauara venha e apoie essa iniciativa, onde poderá adquirir um pirarucu fresco e de qualidade, e ainda ajudar comunidades interioranas que vivem dessa atividade”, disse.

A venda do pirarucu pela FAS tem autorização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Amazonas (Sema), com apoio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), Fundo Amazônia e Bradesco.