Lideranças se reúnem em Manaus para discutir gestão das associações : FAS Amazônia
09/06/2014
Outros

Lideranças se reúnem em Manaus para discutir gestão das associações


Líderes comunitários de 15 Unidades de Conservação (UCs) estão em Manaus participando do XII Encontro de Lideranças do Programa Bolsa Floresta (PBF), o intercâmbio de experiências entre ribeirinhos promovido pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS). O evento tem por objetivo avaliar e aprimorar as metodologias de implementação do Programa, reunindo cerca de 40 lideranças comunitárias, órgãos pUblicos, instituições socioambientais e sociedade civil. A abertura da iniciativa aconteceu na manhã desta segunda-feira (09), no Centro de Formação Maromba, Zona Centro Sul de Manaus.

Estarão presentes na solenidade a coordenadora geral do PBF, Valcléia Solidade, o coordenador do Centro Estadual de Unidades de Conservação (Ceuc), Antônio Witkoski e o superintendente técnico científico da FAS, Eduardo Taveira.
O Encontro de Lideranças é uma oportunidade de promover integração institucional entre Fundação, parceiros e associações comunitárias das UCs, além de debater de forma conjunta as políticas pUblicas federais, estaduais e municipais para a melhoria de qualidade de vida das UCs ribeirinhas.
“Ã? uma oportunidade para darmos voz aos comunitários, que são os principais responsáveis por cuidarem do lugar onde moram. São eles que ditam o rumo do Bolsa Floresta, o programa gira em torno deles. Ã? muito importante termos todos aqui presentes para ouvi-los”, comenta Valcleia Solidade, coordenadora geral do PBF.
Participam do evento a SDS, por meio do Ceclima e Ceuc, os Institutos de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), de Terras do Amazonas (Iteam), de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (IDAM), de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e de Pesquisas da Amazônia (Inpa), além das Secretarias de Estado de SaUde (Susam), de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), de Produção Rural (Sepror) e de Política Fundiária (SPU).
Também participarão da iniciativa a Fundação Nacional do Ãndio (Funai), as Agência de Fomento do Amazonas (Afeam) e de Desenvolvimento Sustentável (ADS), a Caixa Econômica Federal (CEF), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM) e Marinha Brasil.

Programação

Nesta segunda-feira (9), à tarde, está prevista uma conversa entre os comunitários e os membros do Conselho Administrativo (CAD) da FAS, em uma oportunidade de contato direto com o presidente do CAD, Luiz Fernando Furlan. Antes, haverá uma palestra com a Marinha do Brasil, sobre estratégias para o atendimento das demandas de formação de práticos e piloteiros em unidades de conservação (UCs), às 10h45.
No dia 10, estarão em pauta o controle ambiental e a situação fundiária em unidades de conservação (UCs), em debate que contará com a presença do presidente do IPAAM, Ademir Stroski. A tarde, está prevista uma mesa redonda sobre produção, crédito e assistência técnica, envolvendo representantes da Afeam, ADS, IDAM e Sepror.
A quarta-feira (11) será dedicada ao empreendedorismo ribeirinho, mapeando as cadeias produtivas prioritárias nas reservas e discutindo como as associações contribuirão nas iniciativas de apoio ao empreendedorismo lideradas pela parceria entre FAS e Sebrae-AM. A partir das 14h, serão discutidas tecnologias sociais replicáveis nos ambientes comunitários, fruto de uma parceria entre FAS e Inpa.
Nos dias 12 e 13 serão  realizados debates voltados às melhorias na gestão das associações, com palestras direcionadas aos indicadores de implementação do PBF e discutindo a importância da organização social para as comunidades ribeirinhas.