Parentas que fazem - FAS - Fundação Amazônia Sustentável
DOE PARA FAS

Parentas que fazem

Promover a qualificação digital e apoiar financeiramente projetos de mulheres indígenas para o fortalecimento da bioeconomia da Amazônia e do bem viver dos povos indígenas

Esse é o objetivo do ‘Parentas que fazem’, novo projeto da FAS com apoio do Google.org, instituição filantrópica do Google. Para isso, a iniciativa irá atuar no fortalecimento de organizações de mulheres indígenas no estado do Amazonas. 

A FAS também construirá três centros de inclusão digital, onde treinará mulheres indígenas em design de projetos, finanças, vendas e marketing digital para ajudá-las a expandir seus empreendimentos.  

O recurso deverá colaborar com a incubação, financiamento e ampliação desses empreendimentos e o desenvolvimento de um portfólio de soluções destinado à realidade das mulheres indígenas da Amazônia. 

São 5 organizações indígenas formais e informais lideradas por mulheres que fazem parte do projeto. Conheça as selecionadas:

Associação das Mulheres Indígenas Sateré Mawe (AMISM)

Projeto: Oniamangaru’i – Oniwasab’i – Projeto de Fomento à regeneração e proteção de espécies e da vegetação nativa: um exemplo de ação sustentável coletiva de mulheres Sateré Mawé.

Sede: Manaus

Saiba mais: Artesanato Sateré Mawé

Associação dos Artesãos Indígenas de São Gabriel da Cachoeira (ASSAI)

Projeto: Resgatar o passado para tecer futuros: geração de renda e valorização cultural a partir da artesania de mulheres indígenas em São Gabriel da Cachoeira.

Sede: São Gabriel da Cachoeira

Saiba mais: Associação Artesãos Indígenas

Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro (AMIARN)

Projeto: KUYÃ UKUASARÁ MURAKÍ TUCÚ IRUMU.

Sede: São Gabriel da Cachoeira

Saiba mais: AMIARN | Alto Rio Negro

Numiã Kura (AMARN)

Projeto: O Conhecimento Milenar da AMARN: Trançado, Arte e Grafismo ”Ohpekõ Diâ Mahsa Numiã”.

Sede: Manaus

Saiba mais: AMARN – NUMIÃ KURÁ

Associação de Mulheres Indígenas do Médio Solimões e Afluentes (AMINSA)

Projeto: Empoderamento e Empreendedorismo das Mulheres Indígenas do Médio Solimões e Afluentes. 

Sede: Tefé

Saiba mais: AMIMSA

Durante as atividades do projeto foi criado o Mapeamento de Organizações Mulheres Indígenas, um dos produtos da parceria entre a FAS e o Google.org, que teve a intenção inicial de identificar quais potenciais atividades produtivas poderiam ser alvos de investimentos prioritários visando a valorização da economia indígena e o consequente empoderamento dos coletivos de mulheres indígenas.

Trata-se de um mapeamento dinâmico de construção contínua, para que retrate a dimensão da força e protagonismo das Parentas que Fazem, a partir dos conhecimentos tradicionais dos povos originários da Amazônia.

Confira como estão sendo nossos encontros: