Primeira Infância Ribeirinha (PIR) chega à Floresta Estadual de Maués : FAS Amazônia
15/06/2016
Outros

Primeira Infância Ribeirinha (PIR) chega à Floresta Estadual de Maués


ODS 3 ODS 10 ODS 17

 
 
 
O Projeto Primeira Infância Ribeirinha (PIR) chegou à Floresta Estadual (Florest) Maués. A solenidade de início das atividades aconteceu na sede do município no Ultimo sábado (11), reunindo agentes comunitários de saUde, lideranças ribeirinhas e secretários do municípios. A expectativa do projeto é atender diretamente 400 crianças da zona rural de Maués, com apoio da Johnson & Johnson, a Secretaria de Estado da SaUde (Susam), a Fundação Bernard van Leer e a Prefeitura de Maués (356 km de Manaus).
O PIR tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento dos cuidadores das crianc?as, fortalecendo o vi?nculo entre os pais e os e filhos, ale?m de desenvolver compete?ncias dos agentes comunitários de saUde. A metodologia, que teve início na RDS do Rio Negro, consiste na capacitac?a?o de agentes comunita?rios de sau?de, que, munidos de modelo de visitac?a?o elaborado pelo projeto, realizam acompanhamento da evoluc?a?o das crianc?as desde a gestac?a?o ate? os seis anos de idade.
“A grande proposta é uma nova metodologia de trabalho em desenvolvimento infantil, valorizando a família, a criança e a comunidade. Após o lançamento da política pUblica [Primeir Infância Amazonense, pelo Governo do Estado] o PIR vem atingindo cada vez mais comunidades, envolvendo um maior nUmero de agentes comunitários de saUde em regiões mais isoladas”, explica a coordenadora do projeto, Rhamilly Amud.
Uma das agentes beneficiadas pela iniciativa, Clarisse Almeida atua na comunidade Monte Sinai, no Rio Parauari. Para ela, locais além de melhorar a atenção básica às comunidades, a entrada do PIR empodera os agentes comunitários.
“Ã? muito gratificante para nós ACSs participar dessa formação do PIR, pois traz empoderamento para os agentes comunitários, levando informações para o povo ribeirinho com o modelo de visitação”, explica Clarisse.
O PIR visa a promoção do desenvolvimento integral da criança, desde a gestação até os seis anos de idade, por meio da integração das Políticas PUblicas desenvolvidas no âmbito da saUde, educação e assistência social do estado e dos municípios. O projeto é desenvolvido pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Secretaria de Estado da SaUde do Amazonas (SUSAM) e Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS).