Unidades de Conservação têm queda de 75% em focos de incêndio : FAS Amazônia
28/08/2021
Notícias

Unidades de Conservação têm queda de 75% em focos de incêndio


Dados mais recentes sobre queimadas no Amazonas mostram que nas 16 Unidades de Conservação (UCs) onde a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) atua houve uma redução de 75% nos focos de calor em comparação com o ano passado. A redução foi maior do que a média registrada no estado do Amazonas, de 45% em relação ao mesmo período do último ano.

Para o superintendente geral da FAS, Virgilio Viana, a redução mostra a importância de engajar as comunidades na agenda da conservação.

“É essencial fazer com que isso seja algo relacionado à melhoria da qualidade de vida, à prosperidade e à valorização da floresta em pé. Então, acho que é um momento de muitas notícias negativas no Brasil e no mundo com as mudanças climáticas, mas essa notícia positiva vale a pena compartilhar.”

Sobre as Unidades de Conservação

As Unidades de Conservação (UCs) são uma barreira de proteção contra o desmatamento e contribuem diretamente para a manutenção de recursos hídricos e do bioma, mantendo o equilíbrio do clima. No Amazonas são 35 milhões de hectares de áreas protegidas, que além de conservar o bioma, também geram renda para milhares de pessoas.

Atualmente, a FAS atua diretamente em 16 UCs, localizadas no estado. Cerca de 39.460 pessoas vivem nas comunidades e se sustentam com o que produzem, como açaí, castanha, banana, cacau, farinha, entre outros. O turismo, por exemplo, já rendeu R$ 161 milhões nas UCs estaduais da Amazônia.