Cartas para um mundo melhor : FAS Amazônia
30/01/2009
Outros

Cartas para um mundo melhor


A criatividade como alternativa para melhorar o mundo também está presente no Fórum Social Mundial, em Belém, Pará. Que o diga a iniciativa de um dos coordenadores da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Rosival Dias. Junto da equipe de outros 10 profissionais da FAS, Dias explica o projeto das cartas sociais ambientais.  “O Fórum, ao final, vai gerar uma carta oficial do evento. Nossa idéia é fazer com que a ‘carta social ambiental’ estimule as pessoas a pensarem num mundo melhor”, diz o coordenador.


Virgilio Viana, diretor geral da FAS, e Rosival Dias


No estande da FAS montado especialmente para o Fórum Social Mundial, Virgilio Viana e Rosival Dias em momento de descontração

Com seu traje típico de palhaço que costuma usar durante as oficinas aos comunitários das unidades de conservação onde a FAS desenvolve o Programa Bolsa Floresta, Rosival conta como funcionam as cartas. “As pessoas são convidadas a escrever uma mensagem dizendo como podem contribuir para melhorar o mundo no prazo de um ano”. Cada carta, continua Dias, tem como remetente a própria pessoa que a escreveu. Caberá à FAS guardar cada uma delas e, ao final de um ano, enviá-las aos respectivos donos para que eles avaliem se a meta foi alcançada. “Até agora, mais de 100 pessoas já deixaram cartas em nosso estande no Fórum Social Mundial”, comemora ele.


Público é convidado a escrever cartas com sugestões de ações em prol de um local melhor para se viver


Até quinta-feira pela manhã, mais de 100 cartas já haviam sido escritas
As pequenas ações que podem constar nas cartas vão desde o ato de desligar a torneira enquanto estão escovando os dentes até economizar energia elétrica ao longo do banho, por exemplo. Vale o esforço e a criatividade de cada um para a iniciativa se tornar eficiente. Também presente no evento, o diretor geral da FAS, Virgilio Viana, aprovou a atuação de Rosival Dias e seu colorido visual.

Fotos: Raquel Luna