Frei Beto debate a fé religiosa e defesa da vida no Fórum Social Mundial : FAS Amazônia
03/02/2009
Outros

Frei Beto debate a fé religiosa e defesa da vida no Fórum Social Mundial


Por Francisco Pinto dos Santos
BELÉM, PARÁ

A Fé religiosa e a defesa da vida foram os temas abordados por Frei Beto em concorrido evento no Fórum Social Mundial.  Na ocasião, o escritor destacou a importância de uma mudança de comportamento na qual o indivíduo passe a ser mais humano em suas relações.  Isso, na visão dele, “possibilitará um mundo menos injusto”.


Palestra do escritor foi uma das mais concorridas do evento na capital paraense

Alguns conceitos do teólogo Leonardo Boff também foram mencionados por Frei Beto, como a frase em que Boff diz que “Jesus Cristo só se tornou divino por ser muito humano”.  Além disso, lembrou que o “ser humano nasce com prazo de validade e defeito de fabricação” e que sendo assim, “é um bicho defeituoso, a ponto de eliminar sua própria espécie, o seu semelhante”, algo que não se percebe entre os animais.  “O cachorro, por exemplo, quando gosta, é um gostar verdadeiro.  O ser humano precisa ao longo de sua vida, buscar a superação das falhas”.

Ainda de acordo com o escritor mineiro, o que tem ocorrido na Amazônia desde a ação dos militares – como a criação da Transamazônica no sentido de desenvolver a região – “vai de coisa alguma a lugar nenhum”, e serve como exemplo da deslealdade do homem com seu semelhante.  Caso não seja controlado, afirmou Frei Beto, “o futuro da Amazônia será o presente do Deserto do Sahara”.

Com base nisto, o palestrante ressaltou que há urgência em se pensar em um novo modelo para a criação de animais, sem que sejam ampliadas as áreas de desmatamento na Amazônia, e onde as relações de trabalho sejam justas.  A existência do trabalho escravo em municípios como São Félix do Xingu, Marabá, Araguaia, no Pará – que se destacam pela produção agropecuária no País – foi lembrada e criticada por Frei Beto.


Livro de autoria de Frei Beto foi lançado durante o Fórum Social Mundial

O mais novo livro de Frei Beto também foi lançado no Fórum Social Mundial.  Trata-se de “Amor fecunda o universo – Ecologia e espiritualidade”, obra em que o autor faz uma abordagem aprofundada da temática tratada na palestra.  Por conta deste título e da vasta experiência, a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) deve convidá-lo a participar do projeto multidisciplinar intitulado “Conversas com a FAS”, ainda este ano.  De forma geral, o que ficou evidente ao público, por meio da palestra, foi a necessidade de fortalecimento na relação cada vez mais presente do homem com a natureza e a fé (num sentido de humanidade), questões que a corrida desenfreada pelo capital desconsidera em seu processo.