Centro Internacional de Pesquisas Florestais realiza estudo com beneficiários do Bolsa Floresta : FAS Amazônia
26/04/2011
Outros

Centro Internacional de Pesquisas Florestais realiza estudo com beneficiários do Bolsa Floresta


 

 Membro da equipe contratada pelo CIFOR para aplicar pesquisa

A equipe contratada pelo CIFOR aplicou questionários com moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do JUMA, em Novo Aripuanã-AM (Foto: Felipe de Paula)

 

O Centro Internacional de Pesquisas Florestais (CIFOR) realizou estudo na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Juma, no sul do Estado do Amazonas, com objetivo de avaliar a influência do Programa Bolsa Floresta na conservação florestal e na qualidade de vida das populações atendidas pelo programa.

Ao longo da pesquisa, que durante o mês de abril aplicou extenso questionário socioeconômico com 350 famílias na RDS do Juma e também na RDS Uatumã, faz parte da série de “Estudos Comparativos Globais sobre REDD+”, aplicado pelo CIFOR em seis países (Brasil, Bolívia, Indonésia, Camarões, Tanzânia e Vietnã).

O estudo irá comparar a condição socioeconômica de áreas que recebem benefícios de programas de Pagamentos por Serviços Ambientais, como o REDD+ (Redução de Emissões por Degradação e Desmatamento), a áreas que não recebem este tipo de benefício. Os dados coletados também servirão de matéria-prima para a tese da pesquisadora Riyong Bakkegaard, doutorando da Universidade de Copenhagen, Austrália.

A pesquisadora explica que, diante da alerta do aquecimento global, se evidencia ainda mais a importância da conservação dos ecossistemas florestais e de programas que visem solucionar esse problema pelo viés socioecômico: “Esse mecanismo de proteção das florestas é muito importante para a redução do desmatamento, que hoje é responsável por 20% das emissões de carbono na atmosfera. Além disso, contribue para a redução da pobreza nessas áreas. Daí a importância da pesquisa para o CIFOR e para minha meu estudo, em particular”, afirma Riyong.

Programa Bolsa Floresta

Desenvolvido pela Fundação Amazonas Sustentável em 15 Unidades de Conservação do estado do Amazonas, o Programa Bolsa Floresta é o maior Programa de Pagamentos por Serviços Ambientais do mundo, com mais de 10 milhões de hectares de área protegida e 30 mil pessoas atendidas.

Saiba mais sobre o Programa Bolsa Floresta