Conselheiro Thomas Lovejoy visita comunidade do Tumbira : FAS Amazônia
31/08/2011
Outros

Conselheiro Thomas Lovejoy visita comunidade do Tumbira


O conselheiro da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Thomas Lovejoy, visitou sábado (27), o Núcleo de Conservação e Sustentabilidade Agnello Bittencourt Uchôa, localizado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro. O biólogo, que recebeu em 2001 o Prêmio Tyler Prize, um dos mais prestigiosos no campo científico americano, também ministrou uma aula sobre meio ambiente para os professores da comunidade do Tumbira.

O conselheiro norteou que para trabalhar questões ambientais nas escolas, os professores deverão contextualizar como o meio ambiente está interligado nas vidas das populações tradicionais. 

E o superintendente da FAS, Virgílio Viana, ratificou que é esse o trabalho dos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade, que possuem a missão de educar e motivar conhecimento para a melhoria da qualidade de vida das comunidades tradicionais, além de promover a conservação ambiental e o uso sustentável dos recursos naturais. 

Thomas Lovejoy é PhD em Biologia pela Universidade de Yale (EUA), desenvolvendo seus trabalhos no Brasil desde 1965. Atualmente é conselheiro-chefe de biodiversidade do Banco Mundial, conselheiro-sênior da Fundação das Nações Unidas e presidente do Centro Heinz de Ciência, Economia e Meio Ambiente, em Washington (EUA). 

A comunidade do Tumbira conta com 28 famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Floresta, um dos maiores expoentes de geração de renda sustentável no Amazonas.  Na localidade, 81 pessoas recebem incentivo direto da FAS, que fomenta sustentabilidade em 15 Unidades de Conservação (UCs), abrangendo um total de 35 mil pessoas.

Inês Cardoso do SEDUC, Professor Virgílio Viana, Thomas Lovejoy e professoras da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro

Sobre os Núcleos de Conservação e Sustentabilidade

Núcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCSs) fazem parte dos Programas de Apoio do Programa Bolsa Floresta, executado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS). Os Núcleos são centros de excelência educacional e oferecem, em parceria com a SEDUC, uma proposta com forte ênfase na prática, na produção local e na inovação alinhada com os saberes tradicionais locais.

Os que estão localizados na RDS do Rio Negro, RDS do Juma, RDS do Uatumã e RDS do Mamirauá já estão em funcionamento, ainda existem três unidades em construção. Por meio dessa iniciativa, famílias residentes nessas Reservas têm a oportunidade de darem continuidade a seus estudos sem saírem de suas comunidades, além de aprenderem conteúdos adequados à realidade local