FAS acompanha projetos de geração de renda na Florest Maués : FAS Amazônia
18/09/2014
Outros

FAS acompanha projetos de geração de renda na Florest Maués


A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) esteve este mês na Floresta Estadual (Florest) Maués, acompanhando projetos de geração de renda apoiados pelo Programa Bolsa Floresta (PBF). A ação teve por objetivo apoiar o manejo sustentável de madeira na região e a diversificação do potencial produtivo das comunidades que integram a reserva, em parceria com Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).
Estiveram na iniciativa o assessor técnico de projetos da FAS, Marilson Rodrigo e o assistente de projetos Adamilton Bentes. A ação visitou dez comunidades que praticam o manejo sustentável de madeira, capacitando 25 trabalhadores participantes do projeto. Ao todo, estão em execução oito planos de manejo na região, que autorizam os ribeirinhos a trabalharem em 2100m². A equipe também acompanhou a instalação de uma marcenaria, que busca agregar valor ao potencial madeireiro da reserva. Em dois anos, o manejo pretende beneficiar em média 100 famílias.
“Essas visitas de orientação são estratégicas para o desenvolvimento do projeto, porque desenvolvem a capacidade dos trabalhadores exercerem sua função de forma segura e promovendo a manutenção da floresta, uma clara diferença do processo legal para o ilegal”, explica Marilson Rodrigo.
A visita contemplou ainda os chamados Sistemas Agroflorestais (SAFs), roçados de pequena escala voltados à subsistência e à comercialização da produção excedente. Cerca de 80 famílias das comunidades Santo Antônio do Pucu, Liberdade, Nossa Senhora de Aparecida e Varre Vento receberam acompanhamento nos projetos do manejo de guaraná e no manejo de aviários construídos com apoio do Bolsa Floresta.
 “Os projetos estão em fase de implantação e nosso objetivo é também apoiar a diversificação do que será produzido. Estamos trabalhando para termos em novembro novas mudas de guaraná, mamão, maracujá, hortaliças e outras espécies florestais, como pau-rosa, andiroba, castanha e copaíba”, avalia Adamilton Bentes, assistente da FAS que acompanhou a iniciativa.

Bolsa Floresta Renda

O componente Renda do Programa Bolsa Floresta (PBF) visa apoiar o desenvolvimento de atividades econômicas sustentáveis na floresta, com apoio do Fundo Amazônia/BNDES. Os investimentos são feitos em parceria com os comunitários, que tomam as decisões em oficinas participativas promovidas pelo programa. Saiba mais!