FAS e ACS Rio Negro discutem investimentos do Bolsa Floresta Renda e Social : FAS Amazônia
22/06/2010
Outros

FAS e ACS Rio Negro discutem investimentos do Bolsa Floresta Renda e Social


 

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) realiza amanhã (dia 23), na comunidade do Tumbiras (AM), uma reunião com a Associação das Comunidades Sustentáveis do Rio Negro (ACS Rio Negro) para consolidar a metodologia para elaboração dos projetos a serem executados com recursos do Bolsa Floresta Renda e Bolsa Floresta Social naquela reserva.

O superintendente técnico-administrativo da FAS, João Tezza Neto, informou que além da consolidação da metodologia, a reunião servirá também para redefinir e sistematizar o aprendizado e execução do BFR e BFS para o próximo ciclo de investimentos.

A reunião contará com a presença da diretoria da ACS Rio Negro e dos presidentes das 19 comunidades que compõem a RDS Rio Negro. Já a equipe da FAS será composta por João Tezza, pela coordenadora geral do Programa Bolsa Floresta, Valcléia Solidade, pelo coordenador executivo da FAS, Francisco Pinto, pela subcoordenadora da Regional Rio Negro-Amazonas, Jousanete Dias, pelo coordenador da Regional Solimões, Rosival Dias, pela coordenadora de comunicação, Monick Maciel, e pelo mobilizador social Alexandre Barbosa.

No dia 16/06, representantes da diretoria da ACS Rio Negro vieram à sede da FAS, em Manaus, para uma reunião de avaliação e planejamento.

Confira no vídeo abaixo o presidente da ACS Rio Negro, Armando Mendes, conhecido na comunidade como “Seo Doca”, falando sobre o programa Bolsa Floresta:

 

A RDS do Rio Negro está localizada nos municípios de Novo Airão, Iranduba e Manacapuru, totalizando uma área de 102.978,33 hectares.  Atualmente, a RDS possui um total de 19 comunidades, sendo que 471 famílias já estão sendo beneficiadas pelo Programa Bolsa Floresta.

A RDS foi criada através de decreto no dia 26 de dezembro de 2008, com o intuito de garantir aos moradores o uso dos recursos naturais existentes, evitar a grilagem de terras e a especulação imobiliária em função da construção da ponte sobre o Rio negro. A sua cadeia produtiva é a exploração de madeira, pesca e turismo, sendo que seus principais produtos são a madeira em prancha, madeira serrada, artesanato, espeto e a fabricação de pequenas embarcações.

Sobre a FAS

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma instituição público-privada, sem fins lucrativos, não governamental e sem vínculos político-partidários, fundada no dia 20 de dezembro de 2007, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do Amazonas e o Banco Bradesco. A missão da FAS é promover o envolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades residentes nas Unidades de Conservação do Estado do Amazonas, em uma área de mais de 10 milhões de hectares, por meio da valorização dos serviços e produtos ambientais. A FAS tem como prioridade implementar o Programa Bolsa Floresta (PBF), que é o primeiro projeto do Brasil certificado internacionalmente para recompensar as populações tradicionais pela manutenção dos serviços ambientais prestados pelas florestas. Para mais informações, visite nosso website: fas-amazonia.org.br.