Fundação Amazonas Sustentável promove gestão participativa do Programa Bolsa Floresta : FAS Amazônia
10/09/2010
Outros

Fundação Amazonas Sustentável promove gestão participativa do Programa Bolsa Floresta


A FAS – Fundação Amazonas Sustentável – instituição público-privada, sem fins lucrativos e não-governamental, fundada em 2007 para recompensar e melhorar a qualidade de vida das populações tradicionais pela manutenção dos serviços ambientais prestados pela floresta tropical, reduzindo o desmatamento e valorizando a floresta em pé – promove a gestão participativa do Programa Bolsa Floresta por meio de oficinas que reúnem moradores, líderes de associação e especialistas em conservação ambiental. De janeiro a agosto de 2010, cerca de 4,5 mil pessoas participaram dos eventos.

Regional Madeira

Coordenador da Regional Madeira, Edvaldo Correa, durante oficina (fotos: Acervo FAS)

As oficinas buscam aperfeiçoar a implementação do Programa Bolsa Floresta nas reservas pela discussão com as lideranças e comunidade. “Tão importante quanto garantir volumes significativos de recursos é promover o debate organizado a fim de encontrar as prioridades reais da população beneficiada pelo Programa”, explica João Tezza, superintendente técnico-administrativo da FAS.

Ao iniciar o Programa em cada comunidade, a FAS realiza a Oficina de Inserção no Bolsa Floresta. Com o objetivo de apresentar o trabalho da Fundação, o encontro debate temas como mudanças climáticas e serviços ambientais.

Regional Madeira

Participantes da assembleia na Regional Madeira

A segunda oficina, realizada seis meses depois da primeira, serve como oportunidade de debate para a definição coletiva de como a verba anual dos componentes Bolsa Floresta Renda (BFR), Bolsa Floresta Social (BFS) e Bolsa Floresta Associação (BFA) será utilizada.  Já na última oficina “Gestão de bens de uso comunitário” são estabelecidas regras para o bom uso e manutenção de equipamentos coletivos adquiridos com os recursos do Programa. 

“O caráter anual dos investimentos torna muito importante o processo de aprendizado sobre a melhor forma de investir os recursos do Programa, além de reforçar o comprometimento e facilitar as contrapartidas locais”, afirma João Tezza.

Regional Negro Amazonas

Valcléia Solidade durante oficina na Regional Negro Amazonas

Além disso, a FAS também promove oficinas de acordo com a demanda de cada comunidade. “Muitas vezes abordamos um tema específico após detectarmos a necessidade em uma das unidades. A gestão é participativa e a FAS incentiva o bom debate”, completa Valcléia Solidade, coordenadora geral do Programa Bolsa Floresta.

Ela cita como exemplo, a assembléia-geral realizada na RDS do Madeira, entre os dias 16 e 19 de julho, a primeira após a constituição da associação de moradores local (Apramad), onde foram convidadas 600 famílias de 40 comunidades da Reserva. Porém, 700 pessoas compareceram ao evento, sendo que 55% foram mulheres e 45% homens, alcançando o índice de comparecimento de 116,6%. A reunião teve o objetivo de discutir as atividades do BFR, BFS e BFA.

Regional Solimões

Reunião na comunidade São Raimundo Batalha, na Regional Solimões

  Já na reunião do Bolsa Floresta com a Associação da RDS do Uatumã, entre os dias 7 e 9 de julho, nas comunidades Boto, Caribi e Maracaranã, 120 lideranças foram convidadas e 123 participaram, alcançando 102% participação, sendo 56% homens e 44% mulheres. Valcléia cita como destaque o comprometimento das lideranças na oficina de investimentos, o compromisso de contrapartida assumido pelas lideranças nas obras e ações a serem realizadas e o fato das comunidades priorizarem, naquela reserva, a destinação de recursos para consultoria e assistência técnica.

Regional Juruá Jutai

Oficina na Regional Juruá Jutaí

Sobre a FAS – Fundação Amazonas Sustentável

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma instituição público-privada, sem fins lucrativos, não governamental e sem vínculos político-partidários, fundada no dia 20 de dezembro de 2007, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do Amazonas e o Banco Bradesco. A missão da FAS é promover o envolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades residentes nas 35 Unidades de Conservação do Estado do Amazonas, em uma área de mais de 16 milhões de hectares, por meio da valorização dos serviços e produtos ambientais. A FAS tem como prioridade implementar o Programa Bolsa Floresta, que é o primeiro projeto do Brasil certificado internacionalmente para recompensar as populações tradicionais pela manutenção dos serviços ambientais prestados pelas florestas.

 

Conheça mais sobre o Programa AQUI.