Materiais recicláveis coletados na APA do Rio Negro são repassados a cooperativa de reciclagem de Manaus : FAS Amazônia
05/07/2016
Pro-Comunidades

Materiais recicláveis coletados na APA do Rio Negro são repassados a cooperativa de reciclagem de Manaus


Mais de 1,7 tonelada de materiais recicláveis coletados na Ãrea de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro foram entregues no Ultimo dia 31 de julho para a Associação de Reciclagem e Preservação Ambiental (ARPA), de Manaus. O repasse é uma das etapas do Projeto de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), que tem por objetivo incentivar o consumo consciente e a mudança de atitude e hábitos em comunidades ribeirinhas, com apoio da Samsung, Tetra Pak e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Os resíduos foram coletados desde o início deste ano nas comunidades Três Unidos e São Tomé (Ãrea de Proteção Ambiental â?? APA do Rio Negro), Pagodão, Santa Maria, Chita, São Sebastião, Nova Canaã e Boa Esperança, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga Conquista. Em março deste ano, essas localidades ganharam Postos de Entrega Voluntária de plásticos, metais, vidros, pilhas e bateria, construídos por uma parceria entre FAS e Tetra Pak.

Os itens, depois de recolhidos nas comunidades, foram prensados pelos próprios ribeirinhos em um Centro de Triagem construído na Comunidade Três Unidos, e então transportados para Manaus e entregues à ARPA.

“A ideia do projeto é envolver a comunidade e incentivar a economia solidária, pois parte do dinheiro coletado com a venda dos materiais serão retornados para as comunidades”, explica o supervisor de arte e educação, Adriano Rodrigues.

Para o presidente da ARPA, Raul Lima, além de ajudar as comunidades a destinarem corretamente os resíduos, a ação faz parte de uma estratégia da própria associação de atingir localidades distantes da capital.

“A ARPA nasceu com a missão de contribuir para a conservação do lugar onde vivemos, e levar esse apoio para as comunidades ribeirinhas tem sido um de nossos objetivos. Isso faz com que todos se beneficiem, tanto a comunidade que consegue destinar corretamente seus resíduos, quanto a nossa associação, que cresce e pode gerar emprego para os associados”, salienta.