EnglishFrenchPortugueseSpanish

Olimpíadas da Floresta mobilizam mais de 180 ribeirinhos em Itapiranga

Olimpíadas da Floresta mobilizam mais de 180 ribeirinhos em Itapiranga
dezembro 15, 2022 FAS

Olimpíadas da Floresta mobilizam mais de 180 ribeirinhos em Itapiranga

Evento esportivo teve modalidades como corridas, salto em distância, queimada, cabo de guerra, vôlei, arco e flecha e futebol.

15/12/2022

Aproximadamente 180 ribeirinhos, participaram de mais uma edição das Olimpíadas da Floresta, promovida pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS), de 25 a 27 de novembro, na comunidade São Francisco do Caribi, no município de Itapiranga (AM). Atletas de nove comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã e dois bairros de Itapiranga competiram o evento esportivo. 

Desses, 108 eram atletas entre 11 e 17 anos, e as comunidades participantes foram: São Francisco do Caribí, Cesaréia, Flexal, Abacate, Caranatuba, Boto, Amaro, Caioé e Maracarana, além dos bairros rurais Enseada e Novo Horizonte. 

Os jogos e modalidades disputadas foram: corrida de 100 metros, queimada, cabo de guerra, corrida de saco, vôlei, salto em distância, arco e flecha e futebol.  

“O município de Itapiranga já recebeu cinco Olimpíadas da Floresta. O evento visa proporcionar a troca de experiências e a valorização da cultura, e do esporte. Neste ano, tivemos a retomada desse evento tão grande depois de anos imersos nessa pandemia que nos afetou tanto. Foi um momento de muitas alegrias, determinação e companheirismo entre os participantes. Também trabalhamos o intercâmbio dos jovens da cidade com os das Unidades de Conservação, incentivando o fortalecimento da amizade”, comentou Bruna Silva. 

Resultados 

A delegação Caju foi a campeã da competição, reunindo representantes das comunidades São Francisco do Caribi e Cesaréia. Em segundo lugar, ficou a delegação Tucunaré, da comunidade Maracarana. A terceira colocação ficou com a delegação Macaxeira, do bairro da Enseada. A delegação Peixe-boi (comunidades Caranatuba, Flexal e Abacate) e a delegação Boto (comunidades Boto, Amaro e Caioé) ficaram em quarto e quinto lugar, respectivamente. As delegações escolheram nomes que remetem às características de suas comunidades.  

As Olimpíadas da Floresta são uma realização da Fundação Amazônia Sustentável por meio do Projeto de Desenvolvimento Integral de Crianças e Adolescentes Ribeirinhas da Amazônia (Dicara). O projeto tem financiamento da Unilever, EMS, Vivara, Yamaha, Ticket log, Repom, BIC, EdenRed e Guascor. Os parceiros da iniciativa são a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA), Governo do Estado do Amazonas, Prefeitura de Itapiranga, CMDCA de Itapiranga e Associação Agroextrativista das comunidades da RDS do Uatumã (AACRDSU).  

Sobre a FAS    

Fundada em 2008 e com sede em Manaus (AM), a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia.