Virgilio Viana faz um balanço das atividades da FAS - FAS Amazônia : FAS Amazônia
08/04/2009
Outros

Virgilio Viana faz um balanço das atividades da FAS


O ano de 2008 foi o primeiro momento de trabalho da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), que iniciou, formalmente, suas atividades no mês de março. O desafio inicial foi estruturar uma equipe de profissionais qualificados para implementar as atividades da fundação e, ao mesmo tempo, montar sua base operacional com toda a documentação legal necessária, bem como escritório, equipamentos etc.


Virgilio Viana em recente oficina do Programa Bolsa Floresta, na RDS do Rio Negro

O segundo passo foi implementar uma nova etapa do Programa Bolsa Floresta, iniciado pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS). O terceiro desafio foi implementar um sistema de governança e transparência, com a instalação e funcionamento do Conselho de Administração, Conselho Fiscal e Conselho Consultivo. A quarta etapa foi estruturar programas complementares ao Bolsa Floresta, especialmente a implantação de um programa de certificação de carbono. O quinto desafio foi ampliar as parcerias da FAS.

Chegamos ao final de 2008 com resultados bastante expressivos. Estrutura operacional montada – com equipe, equipamentos, escritórios etc. Conseguimos ampliar o Programa Bolsa Floresta Familiar, alcançando 5.737 famílias, em 13 unidades de conservação, envolvendo uma área de cerca de 10 milhões de hectares. 
 

Em um ano, 43 oficinas do Programa Bolsa Floresta foram realizadas para cerca de 7 mil pessoas
 
Demos início, também, ao processo de implantação das três componentes do Programa Bolsa Floresta (Associação, Renda e Social). O trabalho de planejamento participativo do Programa Bolsa Floresta conseguiu um marco histórico: foram 43 oficinas, com 6894 participantes! A estrutura de governança da FAS está plenamente instalada, com o funcionamento efetivo do Conselho de Administração, Conselho Fiscal e Conselho Consultivo.
 
O trabalho do Conselho de Administração foi subsidiado por um planejamento estratégico feito pela empresa Bain & Company e o apoio jurídico da DD&L. O Conselho Fiscal, por sua vez, teve o seu trabalho subsidiado por uma auditoria independente da PricewaterhouseCoopers. Estas três empresas fizeram os trabalhos gratuitamente para a FAS, como parte das suas políticas de responsabilidade socioambiental. Demos ênfase ao processo de transparência, incluindo a publicação do primeiro relatório semestral em nossa página na internet (fas-amazonia.org).
 

Parte da equipe da FAS, em Manaus. Atualmente, a instituição conta com 59 profissionais     
 
Concluímos o processo de certificação e validação do projeto da RDS do Juma pelo sistema CCBA (Aliança Clima, Comunidade e Biodiversidade), pela empresa de auditoria alemã TUV-SUD. Foi o primeiro projeto do Brasil a obter este tipo de certificação e o primeiro do mundo, nesta modalidade, a receber o nível “ouro”. Por fim, ampliamos nossas parcerias, assinando contratos com a Rede Marriott de Hotéis e a Coca-Cola. Estabelecemos parcerias com diversas instituições governamentais e não governamentais (noticiadas em nossa página na internet).
 
Para o ano de 2009 temos a meta de alcançar 6 mil famílias no Programa Bolsa Floresta Familiar e implementar os demais componentes do Programa Bolsa Floresta (Associação, Renda e Social). Também temos a meta de ampliar as fontes de financiamento para dar especial atenção ao apoio para a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável no processo de implantação das unidades de conservação. Por fim, temos o desafio de seguir aprimorando constantemente a qualidade de nossas atividades, investindo no treinamento da equipe e ampliando as parcerias com organizações governamentais e não governamentais, incluindo as instituições de ensino e pesquisa.